ACESSE: WWW.CFNOTICIA.COM.BR

sábado, 14 de agosto de 2010

São Francisco do Brejão / MA
Prefeitura esclarece mal entendido sobre a saída da secretária de administração

NOTA
 
A prefeitura municipal de São Francisco do Brejão (MA), por meio do prefeito, Alex Santos, esclarece mal entendido. Houve algumas publicações dando conta da saída de Sônia Santos da secretaria municipal de administração, o que é verdade, porém, a saída da secretária faz parte de uma reforma administrativa que está sendo feita pela atual gestão.

Sônia, que respondia pelas pastas de administração e finanças, entendendo que múltiplas funções sobrecarregavam-na, achou por bem ficar com uma única responsabilidade. Portanto, a ex-prefeita continua no governo, porém respondendo só pela secretaria de finanças.

Pautado por seu sentimento democrático, o prefeito Alex decidiu dividir a responsabilidade e reuniu-se com vereadores e a ainda secretária de administração, para que juntos encontrassem a melhor alternativa. E numa reunião na residência da vereadora Vilma ficou decidido que a secretaria de administração ficasse com a parlamentar.

No lugar vereadora Vilma estará assumindo a cadeira o ex-vereador, primeiro suplente, Pascoal da Cruz Branco (DEM). Ainda jovem, mas com larga experiência na vida pública, Pascoal chega à Câmara Municipal para dá continuidade a um trabalho descentralizador que vem sendo desenvolvido desde o ano passado.

Segundo o próprio prefeito “problemas acontecem em toda administração, seja ela pública ou privada, mas o mais importante é não deixar a bola cair e buscar as soluções, e é o que estamos fazendo, pois o melhor para São Francisco do Brejão é a nossa prioridade”, frisou Alex Santos.
Da Assessoria

domingo, 8 de agosto de 2010

Início com cara de vitória
Excepcional, essa é uma das pouquíssimas palavras capaz de resumir a festa democrática que foi a inauguração do Comitê Central, em Imperatriz, e posterior caminhada/carreata de lançamento da campanha do candidato a deputado estadual, Dr. Antonio de Pádua.

Conhecido por grande parte deste Maranhão de meu Deus pelos serviços prestados como oftalmologista, que é. Dr. Pádua, como foi adotado na campanha eleitoral começa a campanha com expectativa muito grande.

Quem teve a oportunidade de acompanhar o lançamento da campanha do homem, ficou arrepiado, foi um sucesso. Toda essa movimentação aconteceu na manhã de ontem, sábado, 07 de agosto de 2010.

Esse aí vai dá trabalho. Dr. Pádua é filiado ao PP – Partido Progressista – e concorre com o número 11110

Dentre as centenas de lideranças presentes ao evento esteve uma comissão do PP de São Francisco do Brejão confirmando o apoio total da sigla ao nome do Dr. Pádua.



08 de agosto de 2010 – um data especial
Hoje, dia 08, segundo domingo do mês de agosto, comemora-se o Dia dos Pais. E é com todo o carinho que parabenizamos a todos os pais de São Francisco do Brejão, Maranhão, Brasil e do mundo.

Apesar de, infelizmente, não contar mais com o meu, mas a amo muito, de coração, e que Deus tenha agradado dos passos dele nesta terra.

Mas, agradeço a Deus pelas filhas abençoadas que me deste, Carla Beatriz e Isabela. Sou Feliz.

Parabéns papais deste mundão de meu Deus, São os votos do seu do seu amigo Carlos Ferreira e Jornal A Hora.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

São Francisco do Brejão recebe palestra educativa e oficinas
por Carlos Ferreira

Comunidade escolar brejoense é beneficiada com parceria entre a escola municipal Tobias Barreto e a Vale. Por meio desta parceria dezenas de professores, alunos e pais, puderam participar das oficinas.
Profissionais da Vale realizaram oficinas de teatro, reciclagem e papel. Os participantes das oficinas terão o compromisso de serem multiplicadores do projeto.
Além das oficinas, também, houve uma palestra educacional ambiental com motoristas e pessoas que trabalham como garis. A palestra tem o objetivo de conscientizar estas pessoas quanto à questão de segurança no trabalho.
No final foi apresentada uma peça teatral pelos alunos da oficina de teatro, além da exposição dos trabalhos realizados pelos participantes das oficinas de papel e reciclagem.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Parlamento municipal volta aos trabalhos após o recesso
por Carlos Ferreira

A Câmara de Vereadores de São Francisco do Brejão volta aos trabalhos na tarde de hoje, (03). Após o recesso de julho, os edis brejoenses voltam a participar das sessões ordinárias de 2010.

Com a votação de dois projetos importantes, os parlamentares começam as atividades em agosto, ambos, de iniciativa do poder executivo, o primeiro trata da criação do Conselho Municipal do Meio Ambiente, e o segundo do aumento de 7,5% no pagamento dos professores da rede municipal de ensino, além de colocar um abono de R$ 50,00 no pagamento dos auxiliares de serviços gerais.

Durante a reunião, a exemplo das sessões anteriores, alguns embates entre os vereadores Antonio da PJ (PSB) e o vereador Aroldo Lira (PMDB). Um destes foi relacionado ao projeto que concede aumento de salários aos professores e auxiliares de serviços gerais, que o vereador do PSB queria o acordo da Casa para votar em primeira, segunda e terceira votação, por meio da quebra de interstícios, já o pmdebista, presidente da Comissão de Justiça e Redação, comissão responsável pelo parecer seguinte, quer analisar um pouco mais o projeto, e inclusive solicitou à presidente da Casa, a presença do jurídico auxiliá-lo no parecer, portanto deixando a segunda votação pra semana que vem.

No final das contas o projeto foi aprovado e enviado para a comissão que deverá apresentar parecer na próxima sessão, dia 10 de agosto.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Congresso volta de recesso em clima eleitoral



O Congresso Nacional volta aos trabalhos nesta segunda-feira (2) sob o risco de matérias importantes acabarem sendo adiadas. Depois de duas semanas de recesso, pautas pendentes podem acabar ficando para depois das eleições e os próprios líderes admitem a possibilidade de nada ser aprovado.
Contribui para isso não só o tempo apertado, mas também rixas entre governo e oposição, nem um nem outro estão dispostos a se desgastar na opinião pública a dois meses das eleições.
Na Câmara, o maior impasse se dá em torno da regulamentação da emenda 29, que destina mais recursos para a Saúde. Em conversa com o R7, o líder do PSDB na Câmara, João Almeida, mostrou-se irredutível para a volta dos trabalhos:
- Só temos uma prioridade: regulamentação da emenda 29. Há recurso para tudo e não há recurso para a saúde do povo do Brasil? Isso é um absurdo.
A base do governo, porém, indica que só vai discutir a questão após as eleições. Já foi acertado que outra matéria polêmica, que redistribui royalties do pré-sal, será votada só depois de outubro. Como tem urgência constitucional, o projeto impede que outros passem na frente na ordem de votação.
Diante do impasse, o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), também demonstrou insegurança com as votações:
- A oposição tem chiado em relação a tudo, não é novidade. [...] Se não votar nada, tudo bem. Espero que tenha [acordo], se não tiver, não tem votação.
Antes dos dois projetos, estão na fila de votação da Câmara outras quatro matérias. São três medidas provisórias: duas sobre a Olimpíada de 2016 no Rio e uma que engorda o cofre do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para mais empréstimos.
Depois delas, estão na ordem de votação duas PECs que criam um piso salarial para policiais e bombeiros de todo o país. E, por fim, um tratado que triplica o valor pago pelo Brasil pela energia de Itaipu que sobra no Paraguai. O país passaria a pagar ao vizinho R$ 666 milhões por ano. Todas envolvem mais gastos do governo, e por isso, causam desentendimentos.
Senado
Já no Senado, o clima não é tão tenso, mas discussões entre governo e oposição podem adiar matérias importantes. Na fila vêm quatro medidas provisórias, todas aumentando gastos ou estruturas do governo federal.
A primeira dá status de ministros aos secretários de Igualdade Racial, Políticas para as Mulheres e Direitos Humanos. Uma segunda repassa R$ 800 milhões para necessidades emergenciais dos Estados e Distrito Federal. As últimas abrem créditos para ministérios e beneficiam órgãos do Executivo.
Só depois de discutidas e votadas, entram na pauta projetos mais relevantes. Uma PEC obriga as empresas a aumentarem de quatro para seis meses o período de licença-maternidade. A segunda restaura a exigência do diploma em Comunicação Social para exercício da profissão de jornalista.

domingo, 1 de agosto de 2010

Novo mês, mais uma oportunidade no ano
por Carlos Ferreira

Ah! Como é maravilhoso quando começa um ano novo, “mais uma oportunidade. Este ano vai dá tudo certo”. Essa é uma das dezenas, pra não falar centenas ou... de frases de esperança por está começando mais um ano.

Infelizmente por este conceito muitos acabam arrastando erros ou situações para serem resolvidas no ano vindouro. Esquecem que durante um ano temos doze oportunidades para tentar corrigir algumas objeções ou, também, pode ser entendida como onze oportunidades.

O fato de citar onze oportunidades durante um ano é que o mês de janeiro representa a grande oportunidade do ano. Porém se em janeiro não foi possível, por algum motivo, confeccionar aquele planejamento perfeito ou realizar aquela mudança essencial, ainda temos onze meses durante o ano.

Cada mês que inicia representa a oportunidade de começar um novo conceito. Principalmente em se tratando de objeções financeiras, e especialmente para os assalariados, pois geralmente o recebimento é mensal. Este mês é uma nova oportunidade de implantar o plano de ação. E olha como ele começa dando-lhe aquela oportunidade extra, pois hoje é primeiro de agosto, e é domingo, aproveite-o para realizar alguns ajustes e planejar os próximos passos, pois este é só o mês de número 8.

Tudo está em suas mãos, claro, se você colocar nas mãos do Senhor. Amem.